terça-feira, 24 de maio de 2016

Otto

Otto é um jovem viajante das terras do norte, que recebeu de herança a nave planadora do pai e tirou um ano para conhecer pessoas, animais e lugares diferentes do continente. Ele viajou pelas cidades montanhesas, os vilarejos das margens do rio prateado e outras regiões distantes da cidade de Aldebarã. Fez vários amigos e mandou alguns cartões postais. Otto teria muito ainda pra ver se ele não tivesse manobrado errado a A-401Z do pai e não tivesse afogado os dois propulsores no chão. Agora ele precisa de ajuda de um mecânico pra recuperar a nave.

Otto foi um personagem que eu criei pra uma campanha curta de commissions que eu precisei abrir ha uma semana. Na campanha, as pessoas podem entrar em contato e ajudar encomendando desenhos dele, pra que ele possa pagar o mecânico. A historia dele é basicamente uma metáfora pra um período pessoal meu, onde tempos complicados se instalaram. Felizmente o Otto conseguiu ajuda de gente muito especial e alguns pedidos ja foram feitos. Ele também se ofereceu pra fazer um desenho de graça para uma das pessoas que compartilhassem a mensagem dele pelo mundo (facebook) e dia 20 eu fiz o sorteio. A ganhadora foi a Isadora Zeferino, que por acaso é uma grande artista que eu acompanho no instagram há um tempo (@imzeferino).Fiz alguns desenhos do Otto e vou postar a seguir. Quando chegar ao fim o conserto da nave, postarei aqui o futuro dele também. BTW, as commissions estão abertas, e pra qualquer pedido, é só me contatar pelo holiventrae@gmail.com.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Nota #26

O capitão retornou de uma viagem distante ao sul com muitas vitórias e lembranças boas, mas continua um homem inquieto. Os uivos do mar não o deixam que durma. “Um homem não deve descansar quando é rodeado pelo oceano…”, ele diz, “o titã verde imensurável pode rasgar suas velas e partir seus mastros ao seu bel-prazer e, entre um balanço e outro, te atingir feito uma rocha.”