sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Trabalho editorial & perspectivas

Quando comecei esse blog, lá em 2012, queria registrar meu progresso como ilustrador longe de redes sociais, de forma particular. Eu lembro que na época ficava muito ansioso com a aprovação alheia no DeviantArt e isso trazia um impacto negativo pra mim. Daí me recolhi ao blogger, onde eu podia testar traços diferentes, customizar toda a aparência e casualmente escrever sobre os estresses emocionais (sem necessariamente ter um público). Olhando aqui pra 2012 eu vejo como meu traço mudou e como meus objetivos foram se modificando. A saída das linhas, a paleta contida, o fan art. Algumas coisas não mudaram, no entanto. Ainda não sei como eu pretendo usar a ilustração, se pra animação, pro concept art, pra moda, design ou editorial. Mas eu tenho testado todas essas coisas desde 2015 até aqui. Eu tenho tido também grandes oportunidades de trabalhar com várias dessas áreas seja fazendo cenário pra animação, ilustrando personagem e mais recentemente desenhando pra revista.

Esse mês fiz meu primeiro trabalho editorial e foi pra revista Superinteressante. A super é uma revista que eu tenho muito carinho porque foi a que eu tive assinatura quando era moleque. Lembro que nos dias que ela chegava eu passava a tarde de domingo lendo depois do almoço. As ilustrações dos artistas que passaram por lá com certeza me influenciaram muito. O trabalho editorial no geral me fascina bastante. Artistas como a Lisk Feng e publicações como a Super, New Yorker são referências pra mim. É muito provável que eu me dedique e busque outros trabalhos nessa área.


Não saber a que ramo me dedicar no geral tem me dado algumas crises. Mas já aprendi que o melhor as vezes é ir trabalhando e esperando que o tempo mostre o caminho. Foi assim com meu estilo. Eu tenho sentido que cada pintura, rabisco, escolha de cor define ele um pouco mais e aparentemente vai ser o mesmo com a área que eu vou seguir na ilustração. É um processo muito lento, até porque só recentemente a ilustração tem saído da minha área de hobbies pra exercício profissional. Eu tenho sentido muito medo e ansiedade, mas na maior parte do tempo me sinto animado e inspirado.

A Super tá nas bancas e é a de agosto de 2017.