quinta-feira, 31 de maio de 2018

Minha primeira capa de livro

        Ano passado, lá pelo fim de dezembro, me surgiu uma oportunidade por emai, escrita em francês. Era uma editora que iria republicar a obra de Mark Twain na França e estava atrás de um artista que deixasse a obra mais interessante pra crianças. Eles iriam publicar uma nova tradução, mais fidedigna de dois livros do Mark, o clássicos "As aventuras de Huckleberry Finn" e "As aventuras de Tom Sawyer". Eu fiquei muito surpreso com a proposta, porque pra mim desenhar capas de livro e ver elas nas lojas é algo que sempre tive vontade de fazer. Quando era criança eu criei muitas publicações independentes e naturalmente eu era o autor das minhas próprias capas e encadernações. Aceitei. Os editores me deram completa liberdade de criar a nova capa, e eu decidi utilizar um modelo que eles ja haviam adotado nas edições anteriores, uma foto de perfil do próprio autor. No lugar do Mark eu desenhei minha interpretação dos dois garotos. Os livros saíram em abril na França.


O design da capa seguiu um padrão com elementos que eles têm pra todos os livros. Foi uma experiência legal pra entender como funciona uma capa e o que pode e não pode ser feito. 


Livros tem sido uma parte importante do meu ano. Em 2018 eu já li livros que bateriam dois anos das minhas metas de 30 livros anuais. Me aproximei muito desse mundo e já aprendi muito sobre como escrever, ilustrar e publicar. Isso afetou muito meus projetos que já estavam encaminhados de forma que eu tive que reformular toda a minha ideia do que seria "Otto". O universo da escrita passou a me interessar bastante e se ano passado eu olhei bastante pro lado da `moda` esse ano eu me voltei pra literatura. Certamente vou ter mais novidades nesse âmbito em breve! 

sábado, 19 de maio de 2018

Mermay #18

Marius. Eu desenhei esse merman ano passado, mas não gostei do resultado
e acabei apagando ele do instagram e daqui. Essa é uma versão nova.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Mermay #17

Expecting Agatha

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Mermay #16

Ano passado eu não consegui terminar os 31 dias de maio no mermay. Muitas ideias ficaram guardadas só esperando pra eu concluir o projeto esse ano. Como eu parei faltando 16 sereias, eu vou voltar agora, dia 16 de maio, pra finalizar as que faltam. Essa é a Iara. Quando eu era criança, minha mãe dizia que ela cantava meio-dia nos igarapés, e que quem tomava banho neles esse horário poderia ser carregado pra baixo d'água por ela. Eu morria de medo e onze horas ja tava saindo de perto de qualquer fio de água. Tem muito misticismo nas matas e rios daqui da Amazônia eu eu amo como isso influenciou minha criatividade de imaginar lendas e histórias fantásticas. 
Eu percebi na metade desse desenho que meu estilo variou um pouco, então apaguei tudo que tinha feito e refiz pra ele se adequar ao estilo que eu tinha em 2017. Ainda tem umas incongruências, mas acho que consegui manter a homogeneidade que eu quero que o projeto tenha (mesmo sendo completado um ano depois).

quinta-feira, 3 de maio de 2018

As crônicas de Narnia #1.2

O professor Diggory